top of page
Buscar
  • Foto do escritorPOUSO ALEGRE FUTEBOL CLUBE

ESTAMOS NO CAMINHO

Após a derrota sofrida no último sábado contra o São Bernardo pelo placar de 2 a 0, o Pouso Alegra FC retomou as atividades nesta segunda-feira visando a sequência do Campeonato Brasileiro da Série C. Apesar do resultado adverso, o que se viu foi muita entrega do início ao fim, um time que lutou e teve o reconhecimento da torcida, imprensa e, inclusive, da própria comissão técnica.


“Eu acho que foi um bom jogo, a gente realmente tem encontrado um caminho de ter a bola, pressionar o adversário e de fazer bons jogos. Pecado... Acho que o futebol é gostoso por causa disso, a gente teve uma ou duas oportunidades, era caprichar um pouquinho que colocaríamos a bola para dentro e aí contra um time da grandeza, da força e da folha dos caras não se pode errar, então aí uma bola parada decide muita coisa. Mas ficam as coisas boas, o que a gente produziu e como a gente se comportou em um jogo dessa importância. Acho que a gente está maturando, estamos no caminho com certeza. A sorte dessa vez correu para o lado de lá, mas eu avalio que foi um bom jogo”, disse o técnico Roger Silva durante coletiva.

Agora o Pouso Alegre tem pela frente dois jogos fora de casa, um contra o Botafogo da Paraíba (20/05) e outro contra o Operário (28/05). Uma sequência que não será fácil, mas que devido ao desempenho da equipe, dá a quem acompanha o time plenas esperanças de uma boa sequência para permanecer na parte de cima da tabela, conforme falou o professor Roger:


“Fica a esperança de uma grande sequência sempre com o pé no chão, desde o começo eu sempre uso isso. Claro que a gente continua sendo o ‘patinho feio’ do campeonato, daqui a pouco vamos continuar lá em cima e mediremos nossas forças. Eu uso um termo, nós temos que ser mais ‘marvados’, nas oportunidades que temos devemos colocar as bolas para dentro, ainda mais contra uma equipe com a força dos caras, mas a gente produziu bem, as ações foram boas. Nós fomos dominantes, principalmente no primeiro tempo, tiramos a força dos caras, a gente fez o treinador mexer duas vezes no intervalo, para você ver como conseguimos mexer com eles. Não é comum do Márcio Zanardi mudar a equipe, a gente sabe que ele é um cara que tenta repetir sempre a equipe, um cara que mexe muito pouco. Eu fico feliz com o desempenho e triste pelo resultado, não é? Se contra o Volta Redonda a sorte correu para o nosso lado, no segundo tempo dessa vez faltou um pouquinho de atenção na nossa bola parada, um erro ou outro ali que nos custou, mas eu acho que estamos no caminho.”


Juan Franco, assessor de imprensa do PAFC





Fotos: @adoteumunicornio / @romacomunicacaoemkt

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Коментарі


bottom of page